waguinho

O Internacional de Lages teve um ano de 2016 bastante positivo. No campeonato estadual terminou em quarto no turno, na Copa do Brasil venceu o Sampaio Corrêa fora de casa e na Série D chegou as oitavas-de-final. Durante todo o ano, o colorado manteve Waguinho Dias como treinador da equipe.

Com o final do calendário para o Internacional de Lages em 2016, Waguinho Dias enalteceu a boa temporada do clube catarinense. “O que mais me deixou feliz foi o orgulho do povo lageano em torcer novamente pelo Internacional. Era um ano de afirmação após o clube ficar muito tempo ausente do cenário estadual e nacional e nós atingimos nossos objetivos fazendo um belo papel em todas as competições. Até na Série D, que é uma competição deficitária, conseguimos fazer a melhor campanha da história do clube tendo que superar, inclusive, problemas pela insegurança financeira”, analisou o treinador. Vale lembrar que o Inter foi eliminado pelo Ituano mesmo ganhando em São Paulo o jogo da volta. No encontro de ida, acabou derrotado por 5×3, numa partida que chegou a estar vencendo por 3×2.

Reconhecido por ser um estudioso do futebol, Waguinho Dias retornou à cidade de Sumaré, onde reside. Enquanto não acerta com um novo clube, o técnico aproveita o período para uma atualização. “Desde que deixei Lages não fiquei sem trabalhar um dia. Venho assistindo in loco alguns jogos no interior de São Paulo, observando e conversando com jogadores. Além disso, procurar analisar as tendências e novidades de treinamentos para utilizar no meu dia-a-dia. Um bom profissional está em constante atualização”, explicou o comandante.

Disponível no mercado, Waguinho Dias espera definir em breve o seu futuro. “Deixei uma porta aberta para retornar ao Internacional de Lages em 2017 até pelo que consegui fazer nesse ano. Mas, ainda não tem nada concretizado. Estou disponível e se aparecer uma proposta vou procurar analisar e ver a melhorar situação. O que me deixa satisfeito é que a cada dia vou conseguindo me consolidar ainda mais no difícil e concorrido cenário brasileiro de treinadores”, concluiu

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here