Inter-1966

Inter-1966

Após meses de pesquisas, o Internacional de Lages conseguiu, pela primeira vez, organizar a lista dos cinco maiores artilheiros da história do clube e também os cinco atletas que mais defenderam a camisa colorada até hoje. O trabalho é mais uma etapa de valorização da história do clube e também fonte de pesquisa de historiadores do futebol catarinense.

Já era amplamente sabido que o ex-volante Bin foi quem mais defendeu o Inter de Lages até hoje. Agora, o clube conseguiu descobrir quantas partidas ele disputou pela equipe: foram 594, realizadas entre 1976 e 1994, e, depois, também em 2013, quando Bin foi inscrito pelo clube para disputar a Divisão de Acesso (atual Série C) do Campeonato Catarinense. Bin fez em 2013 uma temporada oficial de despedida dos gramados. Ele disputou dois jogos naquele ano.

Também já se sabia que Zé Melo era, de acordo com os registros, o maior artilheiro do Inter. Sabe-se agora, também, que o ex-ponta-direita marcou 93 gols nas passagens pelo Colorado Lageano entre 1980 e 1983 e, depois, entre 1990 e 1994.

Quem mais atuou pelo Inter

Registros perdidos

Embora o levantamento seja um avanço no trabalho de resgate histórico do Inter de Lages, o clube reconhece que os números não são definitivos. Muitos registros se perderam ao longo das décadas, o que dificulta afirmar, com precisão, quantas partidas disputaram e quantos gols marcaram todos os jogadores que passaram pelo clube.

Um exemplo é o dos maiores artilheiros. O ídolo Puskas, por exemplo, tem 80 gols registrados, o que faz dele o segundo maior artlheiro colorado. Mas, dada a sua altíssima média de gols pelo clube e o tempo que ficou no Inter (quase toda a década de 60), é muito provável que ele tenha marcado mais de 100 gols (assim como Zé Melo, que possivelmente também superou essa marca). Também é muito provável que Zezé (43 gols) e Anacleto (36 gols) tenham feito muito mais gols que Bin (46 gols). Ainda faltam dados para comprovar esse feito.

Maiores goleadores do Inter

O levantamento do clube foi feito com base nos arquivos que pertenciam ao ex-diretor colorado Jayme Garbelotto, já falecido, e no acervo de Mauricio Neves de Jesus, autor de Aquelas Camisas Vermelhas, livro que conta a história do Colorado Lageano. Finalizada a primeira parte da pesquisa, o Inter conta agora com o apoio de historiadores do futebol catarinense para chegar o mais próximo possível das informações precisas. Enquanto isso, o clube continua a construir sua história.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here