Palestino, de Santiago, caiu por 7×0 diante da equipe lageana

Conforme o esperado pelo treinador Esquerda, o Palestino de Santiago do Chile ofereceu mais resistência do que o Aquiles Nazoa, da Venezuela, goleado por 14×1 na primeira rodada pelas Leoas. Ainda assim, foi novamente um jogo de ataque contra defesa, dado domínio o exercido por Amandinha e companhia.

As Leoas começaram o jogo com o mesmo quarteto de linha da estreia: Greice, Diana, Tampa e Amandinha, mas desta feita com Bia no gol, ao invés de Juba. Apesar do domínio territorial, a primeira chance foi chilena, em cobrança de falta de Torrealba para grande defesa de Bia.

Logo depois, começaram as trocas e o time brasileiro esteve por marcar duas vezes no mesmo lance: Thais acertou uma bomba que bateu na trave esquerda, e no rebote Tampa chutou cruzado e a bola saiu raspando. Um pouco depois, em grande jogada individual de Amandinha, a trave salvou outra vez o Palestino.

O placar foi inaugurado depois que Amandinha tocou para Tampa driblar duas chilenas e chutar rasteiro no canto direito, indefensável. A partir daí, foi um bombardeio brasileiro contra a goleira Rojas. A capitã Diana ampliou para 2×0 com um petardo no ângulo direito. As Leoas dominavam totalmente, e às chilenas só restavam os contra-ataques. Em um deles, Bia salvou cara a cara com Riquelme. No primeiro tempo, Bella, Mayara e Giy forçaram a goleira Rojas a tantas defesas que em dado momento a chilena precisou de atendimento médico, com falta de ar. A barreira do Palestino caiu pela terceira vez com Amandinha achando Tampa na direita, e a camisa 55 acertou um chute perfeito no ângulo esquerdo: 3×0. Na saída para o intervalo, Tampa analisou a primeira etapa: “Tivemos dificuldade até fazer o primeiro gol, e a equipe delas é fisicamente muito forte. Vamos acertar os detalhes no vestiário”.

O quarteto inicial do segundo tempo foi Tampa, Amanda, Tiga e Amandinha, ainda com Bia no gol. Logo no começo Amandinha marcou o quarto com um chute rasteiro e cruzado da direita, após receber passe de escanteio de Amanda Souza e ampliou para 4×0. Logo após, Sánchez tentou descontar, mas Bia defendeu com segurança. As Leoas seguiram dominando: Greice fez 5×0 em arremate que desviou em uma defensora e Diana marcou o sexto entrando livre e desviando da goleira Rojas. O sétimo gol foi o mais curioso da tarde: Amandinha tentou um passe longo para Pelé, que estava diante da goleira Rojas. Pelé errou o domínio e acabou enganando a arqueira, e a bola entrou direto no canto esquerdo.

Nos minutos finais, as Leoas dosaram a energia, visando a classificação para as semifinais, e o marcador não se alterou mais, tornando-se definitivo o escore de 7×0. Nesta terça-feira as Leoas folgam, e atletas e comissão técnica farão passeios pela capital paraguaia. O time volta a jogar na quarta-feira, contra o Atlantes, da Bolívia, às 16 horas.

Ficha do jogo

Leoas 7 x 0 Palestino

8 de outubro de 2018 – Copa Libertadores

Local: Centro Olímpico Paraguaio

Leoas: Bia, Diana, Tampa, Greice e Amandinha. Também jogaram Thais, Amanda Souza, Jhennif, Bella, Tiga, Giy Dunguinha, Pelé e May. Técnico: Anderson Esquerda

Palestino: Valeria Rojas; Maryorie Hernández, Ivette Olivares, Javiera Paz e María José Urrutia. Também jogaram Marion Arenas, Jenefer Jesuino, Yazmín Torrealba y Verónica Riquelme. Técnico: Quintiniail Valverde

Gols: Tampa (2), Diana (2), Amandinha (2) e Greice.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here