Equipe lageana venceu duas vezes o time de Chapecó, que acabou campeão

O presente do basquete lageano se reencontra com a sua história gloriosa graças às meninas da equipe Leoas/Liga Serrana/Uniplac, que fizeram com que Lages não ficasse de fora do campeonato estadual em 2018. Sem equipes masculinas disputando o Sub 19, apesar do vice-campeonato da APABLA no ano passado, coube ao time feminino formado pela união da Liga Serrana de Basquete, da Uniplac e das Leoas da Serra manter Lages no mapa do basquete catarinense.

Mesmo formado às vésperas de se iniciar o campeonato, o desempenho da equipe lageana foi honroso. Na fase classificatória, elas se classificaram no grupo que também tinha as potências Itajaí e Chapecó. No quadrangular final, realizado em Chapecó entre quinta-feira e sábado da semana passada, elas disputaram de igual para igual com as donas da casa e com Joinville e Jaraguá, também escolas tradicionais de basquete feminino.

No jogo de quinta, dia 4 de outubro, as Leoas perderam para Jaraguá por 67×49, enquanto Chapecó venceu Joinville por 87×79. Na segunda rodada, na sexta-feira, Jaraguá bateu Joinville por 55×27, enquanto Leoas e Chapecó fizeram o jogo mais equilibrado e emocionante do quadrangular, com vitória das Leoas por 74×68. Assim, com exceção de Joinville, as outras equipes tinham chance de título na última rodada, jogada sábado de manhã, no ginásio da Polícia Militar.

Em caso de vitória, as Leoas esperariam o resultado de Chapecó x Jaraguá para saber se ficariam com o título. Mas o cansaço do esforço da noite anterior, quando venceram as donas da casa, e as atletas com lesões no tornozelo, Mickaela e Nathalia, pesaram além da conta e Joinville venceu por 75×52. No jogo de fundo, Chapecó venceu Jaraguá por 74×55 e ficou com título no saldo de cestas, critério que também tirou o terceiro lugar das Leoas. Assim, Chapecó comemorou a conquista, enquanto Jaraguá levou o vice e Joinville o terceiro lugar.

A maior medida do bom desempenho do Leoas/Liga Serrana/Uniplac é o confronto direto com as campeãs chapecoenses em toda a competição. Na estreia de ambas as equipes, ainda com o time de Lages bem desfalcado, Chapecó venceu por 52×40. Mas nos outros jogos, vitória das Leoas: 63×61 na fase classificatória e 74×68 no quadrangular. A equipe formada a partir dops contatos do presidente da Liga Serrana de Basquete, Kalu Barbosa com o basquete de sua terra natal, Tupã, e com o apoio da Uniplac e da FME, agora aguarda para saber se terá mais calendário em 2018 e como ficará o projeto para 2019.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here