O lateral direito colorado Weriton em lance de Busque 1 x 1 Inter (Foto: Marcio Costódio/Brusque/divulgação)
O lateral direito colorado Weriton em lance de Busque 1 x 1 Inter (Foto: Marcio Costódio/Brusque/divulgação)

Neste domingo, fora de casa, o Internacional de Lages empatou com o Brusque por 1 a 1 e chegou, assim, a 20 pontos na classificação geral. O ponto conquistado fora de casa foi mais um passo importante para o clube alcançar sua principal meta no Campeonato Catarinense: a vaga na Série D do Brasileiro.

O primeiro tempo teve poucos momentos de perigo. Os melhores lances foram do Brusque. Ruan, de dentro da área, aos 23 minutos, mandou a bola por cima, e Cleyton, aos 43, cabeceou à queima-roupa, mas o goleiro Neto Volpi defendeu.

Os colorados aumentaram o volume de jogo na segunda etapa, mas foram os donos da casa que abriram o placar. Giancarlo marcou de cabeça aos 22 minutos. Depois, aos 25, o atacante quase ampliou, mais uma vez de cabeça.

Aos 33 minutos, em rápido contra-ataque, o Brusque chegou com quatro jogadores contra um defensor colorado. Neto Volpi salvou o Inter no lance e manteve o Colorado Lageano vivo na partida.

A resposta veio três minutos depois. Valdo Bacabal, que havia entrado na partida havia menos de dez minutos, marcou de cabeça e igualou o placar. Aos 40 e aos 45 minutos, o Inter ainda quase virou o marcador, mas o jogo ficou mesmo no empate.

Com 20 pontos na classificação geral, o Inter ainda não assegurou matematicamente a vaga na Série D do Brasileiro (e, portanto, também na elite do Catarinense em 2017), mas a meta pode ser atingida ainda nesta rodada. Caso Camboriú e Guarani não vençam seus jogos nesta segunda-feira (as equipes enfrentam Figueirense e Avaí, respectivamente), o Inter assegura matematicamente a vaga.

Mas, mesmo que Camboriú e Guarani vençam, o Inter seguirá dependendo apenas de suas forças na última rodada para chegar ao Brasileiro. Bastará um empate ao Inter na última rodada, em casa, contra o Avaí, para a vaga se confirmar.

BRUSQUE 1 x 1 INTER

BRUSQUE: João Paulo, Alemão, Cleyton, Mauricio e Adão; Mineiro, Ruan, Carlos Alberto (Eydison), Paulinho Oliveira (Giancarlo) e Assis; Eliomar (Cambará). Técnico: Mauro Ovelha

INTER: Neto Volpi, Weriton (Bruno), Renato Camilo, Petterson e Revson; Parrudo, Michel Schmöller, Mateus Arence (André Gava) e Gabriel; Gustavo (Valdo Bacabal) e Romarinho. Técnico: Waguinho Dias

Gols: Giancarlo (B – 22’/2T) e Valdo Bacabal (I – 36’/2T)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here