A equipe da AD Vila Comboni foi à campeã do Jocolzinho edição 2015. O grande responsável por esta conquista é o jovem atleta, acadêmico de educação física e técnico da equipe Lucas Picinini, 23 anos.  O CA Esportes teve dois Dedos de prosa com ele a respeito do trabalho e da equipe.

Lucas (2)

CA: Como foi o inicio da equipe?

Lucas: bom o inicio foi em 2013 na primeira competição do Jocolzinho, pois tinha um primo (Gabriel) da Larissa (minha namorada) que tinha idade e ficou bem louco para jogar e o pai também queria montar um time. Ai uma coisa ajudou a outra, o Gabriel arrumou alguns meninos lá da Cidade Alta, onde ele morava e o Mateus (meu irmão) arrumou outros, e o Zé Melo também deu uma ajuda no primeiro ano e completamos o time com filhos de alguns jogadores do Jocol da AD Vila Comboni e fomos para a competição. Fomos com o pensamento de participar pois o time foi feito a facão e na estréia ganhamos de 6×0, ai vimos que o time tinha qualidade e acabamos sendo campeão invicto(empatando apenas 2 e vencendo o resto). No segundo ano com a mesma ajuda do Mateus e do Gabriel, montamos o time de novo e conseguimos chegar à final novamente só que ficamos com o vice-campeonato perdendo para o Inter a final. Já agora em 2015, nesse ano minha terceira participação conseguiu o bicampeonato invicto novamente vencendo todas as partidas.

CA: Cite algum fato importante na caminhada da equipe?

Lucas: Os fatos importantes é a ajuda que eu tenho do Mateus, do meu pai Luís Picinini, e da Larissa (minha noiva), as vez cada um vai com seu carro para ajuda a levar os meninos porque tem uns que não tem condição de ir de ônibus, e os campos as vez ficam longe para ir a pé ou bicicleta. Também tem muitos pais de atletas que vão de carro e oferecem carona para quem precisa. Sempre conseguimos fazer um time unido, acho que isso é o ponto forte do time, a união de todos fora e dentro de campo.

CA: Alguma Curiosidade?

Lucas: Estamos há 3 anos na competição e perdemos apenas 1 jogo que foi a final do ano de 2014 para o Inter, empatamos 3 partidas e ganhamos o resto. Outra era no começo quando os pais levavam seus filhos e ficavam meio espantados de eu ser treinador, falavam nossa mais você é quase da idade dos meninos. Uma coisa que também vai ficar marcado foi na final de 2014 eu treinando uma equipe e o Zé Melo, treinando a outra, pois o Zé Melo foi meu treinador por muitos anos e naquele dia eu treinando outra equipe contra ele foi uma sensação muito legal para mim e pelo que nos conversamos depois foi para ele também.

CA: Mais alguma coisa a considerar?

Lucas: não posso deixar de registrar aqui a parceria da minha mãe, que quando estamos no jogo fica cuidando do estacionamento e torcendo por nosso sucesso.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here