IMG_5318

Uma manhã ensolarada e de temperatura agradável brindou a sexta-feira, 1º, em São Miguel do Oeste no primeiro dia de competição dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 12 a 14 anos. Paralelo aos Jesc ocorrem também em São Miguel até domingo os Jogos Escolares Paredesportivos de Santa Catarina (Parajaesc), que nesta sexta-feira foi dia de classificação funcional dos atletas, exame em que os participantes são avaliados por profissionais da área para aferição do grau de deficiência de cada um. As competições dos Parajesc começam neste sábado.

As modalidades de atletismo, basquetebol, badminton, ciclismo, futsal, judô, handebol, voleibol, tênis de mesa e xadrez estão na programação dos Jesc. Já nos Parajesc os atletas com deficiência intelectual (DI), visual (DV) e física (DF) competem no atletismo, goalball, futebol 7 e tênis de mesa.

Nos Jesc, que reúnem até domingo cerca 1.350 atletas de 48 escolas, a primeira rodada foi de muitos pontos, gols e emoção. Essa tríade, por exemplo, esteve presente no jogo de voleibol feminino entre o Colégio Cultura, de Brusque, e CVE, de São Miguel do Oeste. O placar foi de 2 a 0 para as brusquenses com parciais de 25/3 e 25/2.

Destaque da partida a ponteira Letícia Dalcegio, de 13 anos, de Brusque, fez 30 pontos sendo 21 no último set. “Os Jesc são uma competição muito importante, pois representamos nossa escola em uma competição estadual e isso nos dá uma grande responsabilidade”, disse atleta após a vitória.

Ela acredita que o time tem potencial para ser campeão. “Ano passado fui vice-campeã dos Jesc como reserva. Este ano estou como titular, mas será um páreo duro, pois o time de Guaraciaba (Escola Estadual Sara Castelhano Kleinkauf) vem muito forte e o enfrentaremos no último jogo, no domingo”, enfatiza.

Nos Parajesc Blumenau confiante

IMG_5314

Já nos Parajesc, que tem a participação de 250 atletas de 12 a 17 anos de 48 escolas, antes mesmo da competição começar o clima era de confiança no time de Blumenau. “Viemos aos Parajesc com uma equipe de 60 atletas e temos certeza que conquistaremos muitas medalhas de ouro e muita destas medalhas se repetirão na etapa nacional da competição no fim do ano em São Paulo”, disse confiante Giselle Chirolli, coordenadora do paradesporto do município.

Gisele destaca que os Parajesc têm uma importância singular: “É uma competição que permite o atleta com deficiência transformar sua vida. Aqui ele tem a oportunidade de ser independente em suas ações, ele percebe que é capaz de ser protagonista, tem contato com outras pessoas, faz novas amizades, enfim, volta pra casa transformado”, acredita a coordenadora blumenauense.

Jesc e Parajesc são promovidos pelo Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria a Agência de Desenvolvimento Regional e Prefeitura de São Miguel do Oeste com apoio da Secretaria Estadual de Educação.

Texto: Antonio Prado

Mais Informações à imprensa

(48) 8802-6738

Ana Cristina Zandavalle

(48) 8802- 7742

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here