Gilberto de Veiga Gois com o troféu de de campeãoFoto: Antonio Prado
Gilberto de Veiga Gois com o troféu de de campeãoFoto: Antonio Prado

Gilberto de Veiga Gois mora praticamente ao lado do estádio do Avaí em Florianópolis. Mas o futebol foi deixado de lado em detrimento ao ciclismo. Quando tinha 17 anos o garoto resolveu que pedalar sobre uma bicicleta seria o seu esporte a praticar na vida. E foi com esta idade que ganhou sua primeira medalha de ouro logo na primeira prova em que participou: uma competição de mountain bike em Florianópolis. Desde então, hoje, com 37 anos, ele acumula alguns títulos, entre os quais de bicampeão brasileiro desta categoria. O mais recente foi nesta quinta-feira (21) quando venceu a segunda prova do Tour de Santa Catarina.

A prova teve o percurso de 130 quilômetros saindo de Campos Novos e chegando a Lages. Foram 61 ciclistas oriundos de diversas partes do Brasil e da América do Sul como Uruguai, Argentina e Colômbia. O Manezinho da Ilha, da equipe do Avaí, chegou praticamente junto a um pelotão de 10 ciclistas, mas cruzou a linha de chegada em primeiro lugar com tempo de 3h9s7c606 milésimo quase junto ao segundo colocado Lauro César Mouro Chaman,de Araraquara, SP, que cravou 3h9s7c717. A terceira colocação ficou com Giovane Bido Arduíno, Ribeirão Preto, SP, com o tempo de  3h9s7c995.

O campeão disse que a estratégia para vencer foi sair junto com o pelotão e estudar o comportamento dos demais adversários durante a prova. “Ganhar sempre é bom, agora temos que somar mais pontos nas próximas provas para decidirmos o título de campeão geral na prova da Serra do Rio do Rastro, no sábado, penúltimo dia do Tour de Santa Catarina”, enfatizou.

O percurso dos 130 quilômetros entre Campos Novos e Lages foi bem disputado. Os 61 ciclistas formaram três grupos sendo um pelotão e dois grupos de fuga. O trajeto foi mais bem plano que a prova do dia anterior – que deu inicio a competição – os 183 quilômetros entre Itá e Campos Novos, que teve como vencedor o colombiano Wilian Vieira de Melo, da equipe Pro Cyling Team ADF de Guarulhos, São Paulo.

Agora o Tour de Santa Catarina Prossegue nesta sexta-feira (22) com a terceira prova da competição: os 150 quilômetros entre Lages (largada às 9 horas na Praça da Catedral) e Urubici (chegada às 12 horas na Av. Adolfo Konder). No sábado (23) serão mais 83  quilômetros entre Urubici e o mirante da Serra do Rio do Rastro, que é percurso mais duro de toda a competição. Por fim o Tour se encerra no domingo (24) com os 90 quilômetros entre Nova Veneza e Bom Jardim da Serra.

A equipe de Florianópolis está confiante no título. “Nossa estratégia é perder o menor número de pontos possíveis . Essa vitória nos motiva a sonhar com o troféu de campeão geral”, enfatiza Gilberto Gois.

A 25ª edição do Tour de Santa Catarina é promovida pela Federação Catarinense de Ciclismo (FCC)  com apoio do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e Confederação Brasileira de Cic

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here